top of page
  • Foto do escritorFIQUEOFF

Saiba como levar suplementos alimentares em sua viagem

Atualizado: 17 de out. de 2023

"Posso levar suplemento alimentar para uma viagem?", "Como transportar suplemento esportivo para uma viagem?" ou “Quais as melhores embalagens para transportar suplementos durante uma trip?" também tem a clássica; "Precisa de prescrição médica para levar suplemento em uma viagem?" e "Existe uma quantidade máxima de suplemento que pode ser levada durante uma viagem?". Essas são as perguntas mais comuns de quem está de viagem marcada, seja para o exterior ou viagens nacionais e para responder todas essas dúvidas, reunimos as respostas nesse post.


A princípio, sim, você pode levar suplementos alimentares em viagens tanto internacionais como nacionais. Para o transporte, armazene os produtos em sacos apropriados, recomendamos os que tenham fecho de zip lock, para facilitar a abertura e o fechamento do mesmo sem ocasionar vazamentos, esses também irão facilitar a inspeção de segurança. Adicione etiquetas que os identifiquem, com nome do produto, a dosagem e o prazo de validade. Além disso, recomendamos transportá-los em sua mala de mão, para evitar trocas de bagagem, danos ao produto e demais problemas, mas lembre-se das regras de transporte, acesse o site da empresa que fará o seu embarque e siga as instruções da mesma.


Você não precisa ter necessariamente uma prescrição médica para embarcar com seus suplementos, mas saiba que, se tiver, a fiscalização ocorrerá de forma mais ágil. É importante enfatizar, que esse laudo médico deverá estar em nome do passageiro que irá carregar os suplementos, além disso, recomendamos que o mesmo esteja acompanhado de sua tradução em inglês e, caso tenha, a nota fiscal da compra do medicamento.



A quantidade pode variar, opte sempre pela quantia exata conforme sua receita médica indica, sem exagerar. Para viagens mais longas, o limite é de até três meses para uso pessoal, maiores quantidades podem requerer uma autorização especial ou pagamento de impostos. Agora, se você não possui laudo médico, recomendamos que mantenha os produtos em suas embalagens originais, preferível até que estejam lacrados.



É imprescindível verificar a legislação referente à importação de suplementos do seu destino antecipadamente, pois ela pode variar de país para país. Em alguns países alguns ingredientes podem ser proibidos ou limitados. Por exemplo, no Japão, a importação de suplementos que contenham efedrina é proibida. Para obter essas informações, acesse os sites governamentais do destino, site da alfândega ou entre em contato com o consulado, embaixada correspondente ou até a companhia aérea que irá utilizar, para obter informações atualizadas. Dessa forma, você conseguirá manter o foco durante a viagem, sem precisar abrir mão dos seus suplementos.


Todas as regras aqui apresentadas podem sofrer alterações até o período da sua viagem.



0 comentário

Comments


bottom of page